Os 4 pilares para viveres uma vida com propósito

No artigo de hoje quero partilhar contigo os 4 pilares que me têm permitido construir a minha vida em volta do meu propósito.

Até aos meus 30 anos de idade vivi a frustração por ter investido bastante do meu tempo e dinheiro numa carreira que não viria a resultar em oportunidades de emprego e acima de tudo que não despertava em mim paixão. Além disso eu não sabia qual o caminho a seguir na minha vida.

Nessa época eu lia livros, participava em diversos cursos, mas parecia que todo o esforço era em vão.

Por falta de uma visão clara do meu futuro, tomei algumas decisões que foram mais motivadas pelas circunstâncias, do que pelo meu propósito, o que me levou a viver uma vida, em muitas ocasiões, pouco entusiasmante até que, por fim, descobri o meu propósito de vida.

O que quero partilhar hoje contigo é como consegui tornar o meu propósito de vida uma realidade tendo por base 4 pilares fundamentais que me permitiram agir e persistir.

 

Pilar 1 – Quem sou eu?

Quem sou eu?
…esta pergunta pode parecer, à primeira vista uma pergunta puramente filosófica, mas na verdade é fundamental que cada um de nós seja capaz de responder a esta pergunta.

Foi precisamente quando fui capaz de responder a esta pergunta que tudo mudou (autoconhecimento).
Até então eu andava à procura de respostas apenas no exterior: lia livros e mais livros, fazia cursos, assistia a palestras motivacionais e uma quantidade interminável de vídeos no YouTube…

Foi quando descobri e passei a ter consciência das minhas paixões e talentos que consegui estabelecer as bases para construir a minha confiança.

Por outro lado, tomei a consciência dos meus valores pessoais, o que me ajudou a perceber o que realmente era importante para mim e para a minha vida.

…e foi então que tive um momento “Eureka”: descobri que o meu propósito de vida passa por “Ajudar as pessoas a libertarem o seu potencial para viverem uma vida mais gratificante”.

O autoconhecimento é o primeiro pilar da ponte que nos leva ao outro lado do rio, onde está a vida que realmente merce ser vivida.

 

Pilar 2 – Responsabilização

Ter um conhecimento mais profundo de Quem Sou Eu e do que “Vim Aqui Fazer”, foi fundamental para perceber a importância de assumir a responsabilidade total pela minha vida.

Com isto quero dizer que, independentemente das nossas circunstancias atuais, cada um de nós precisa de assumir a responsabilidade para fazer tudo o que estiver ao seu alcance para tornar os seus sonhos uma realidade.

Esta atitude é o oposto de uma atitude de vítima. A vítima culpa tudo e todos pela o estado da sua vida.

Mas mais grave que isso, é que a vítima tem uma expectativa secreta que alguém vai vir em seu auxílio por ser um “coitadinho”.

O que ele não sabe, é que na verdade, isso nunca vai acontecer.

Assumir a responsabilidade é não nos rendermos às circunstâncias adversas, mas sim encontrar novas formas de contorna-las.

Assumir a responsabilidade, é assumir o poder pessoal que eu e tu temos para obter os resultados que desejamos.

Eu escolhi assumir a responsabilidade de tomar as rédeas da minha vida e de passar a fazer o que está ao meu alcance para tornar o meu propósito de vida mais presente a cada dia na minha vida.

 

Pilar 3 – Foco

Há dias uma cliente ao descobrir aquele que é o seu propósito, simplesmente me disse: “Marcelo, isto faz todo o sentido, mas é muito vago!”

Para tornar o nosso propósito concretizável, temos de efetivamente definir objetivos alinhados com ele.
Na minha vida sempre andei em círculos porque não tinha um propósito e muito menos objetivos claros.Ao trabalhar no meu autoconhecimento, eu simplesmente comecei por obter uma direção a seguir.

Contudo percebi que isso por si só não bastava, e foi aí que tomei a consciência de que precisava de um FOCO: definir um objetivo claro e alinhado com o meu propósito, paixões e os meus valores pessoais.

Nessa altura decidi que iria começar a ajudar as pessoas a libertarem o seu potencial como Coach. Nesse momento consegui definir com grande detalhe o passo a passo que tinha que seguir para levar o meu projeto avante.

 

Pilar 4 – Comprometimento

Outro aspeto fundamental para a transformação da minha vida, foi o facto de ter assumido o comprometimento com os meus objetivos e de fazer o que estava ao meu alcance para tornar o meu projeto, que me permitia viver o meu propósito, uma realidade.

De nada serve saber o que temos de fazer, se na realidade, não agimos para fazer acontecer.
Existem dois momentos importantes onde o comprometimento é essencial:

  • Para nos fazer dar o primeiro passo;
  • Para nos fazer persistir quando as coisas se tornam mais desafiadoras;

Olhando para o meu passado, posso dizer que a maior parte dos meus objetivos não se concretizaram por causa destes de não ter tido uma atitude nestes dois momentos críticos.

Daí o facto de eu ter percebido a importância do comprometimento para aumentar as minhas possibilidades de alcançar os meus objetivos.

O comprometimento com os objetivos definidos consegue-se, tendo em conta essencialmente estes dois aspetos:

  1. Estarem alinhados com as nossas paixões, valores e propósito
  2. Ter presente os motivos pelos quais queremos concretizar esses objetivos e o que temos a perder se não os alcançarmos (Motivações)

Quando trabalhei no meu autoconhecimento, estive a criar as bases do 1. Aspeto: por exemplo os meus valores fundamentais são a liberdade e o crescimento.

Pelo facto de eu ter definido como objetivo criar o meu projeto como Coach permitia-me por um lado crescer enquanto pessoa, pois a criação de um negócio do zero foi algo que nunca fiz e que me tem obrigado a crescer e a evoluir.

Por outro lado, o meu valor pessoal: liberdade é respeitado pelo facto de ao criar o meu próprio negócio, este me permitir alcançar uma maior liberdade através da flexibilidade dos meus horários e o facto de me permitir não ter que me sujeitar a orientações por parte de um patrão: ser o meu próprio patrão.

Por outro lado, tive de reforçar o meu comprometimento, que foi tão simples como escrever numa folha:

  • O que tenho a ganhar se alcançar o objetivo a que me propus.
  • O que tenho a perder se não alcançar esse objetivo.

A partir dai, passei a tomar as minhas decisões e assumir a responsabilidade por criar a minha vida mais alinhada com os meus valores, paixões e propósito de vida, o que acabou por me trazer até ti, que estás neste preciso momento a ler este texto.

Através desta minha experiência, criei um método de 9 passos para ajudar as pessoas a saírem do estado atual onde não se sentem satisfeitas, para o estado desejado, ou seja, a viverem com um sentido claro, para uma vida feliz e entusiasmante.

E tu?
…qual é o teu propósito?
O que dá significado à tua vida?
Quais são os teus maiores objetivos?

Se queres saber mais podes fazer o download do meu ebook através deste link: http://www.marcelosilva.pt/ebook-viver-com-proposito

Leave A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.