Como descobrir o seu propósito de vida em 5 passos?

Como descobrir o seu propósito de vida em 5 passos?

No artigo anterior falei sobre a importância de você descobrir o seu propósito de vida. Vimos também que um estudo realizado por uma universidade do Canadá, concluiu que uma pessoa com um propósito tem uma maior probabilidade de viver mais tempo.

Neste artigo, vou referir 5 passos simples para a ajudá-lo a descobrir o seu propós
ito
de vida, para que consiga criar a sua própria “Declaração de Missão pessoal”.

Esta declaração de missão pessoal deverá ser considerada como uma das coisas mais importantes que você poderá fazer na sua vida, porque é aí que reside a razão pela qual você faz e como faz as coisas na sua vida.

Por exemplo, uma pessoa sem um propósito claro, anda à mercê da vida, tal e qual como uma folha levada pelo vento. Por outro lado, quando você conhece e vive alinhado com a sua verdadeira missão e propósito, torna-se mais claro e obvio quais as escolhas a fazer na sua vida, as suas paixões e gostos pessoais.

Nesse momento tudo passa a ter um sentido e por isso a vida torna-se muito mais gratificante.

Pronto para começar?

Vou desafiá-lo agora, a reservar um par de horas para fazer este exercício. Caso você não tenha disponibilidade para reservar um período de tempo suficiente para fazer este exercício de uma vez só, poderá, em alternativa, reservar períodos de tempo menores e trabalhar por vez cada um dos 5 passos.

Então!? …aceita o desafio?

Eu sabia que sim! 😉

Pegue numa folha de papel e numa caneta e reflita sobre perguntas que se seguem, registando as suas respostas. Uma nota importante: não passe para a pergunta seguinte sem que tenha terminado de responder à pergunta anterior.

 

1º Passo: Procure no seu passado

Pense no seu passado, foque-se nos momentos altos e dignos de sucesso que ocorreram ao longo da sua vida.

Faça uma lista de todos esses momentos, que foram de alguma forma, motivo de orgulho, de sucesso e realização para si.

Pense em todos esses momentos que ocorreram na sua infância, nos seus anos de escola e noutros momentos relevantes da sua vida, e com isso faça uma lista o mais completa possível.

Com a sua lista terminada, analise as suas respostas e verifique se consegue perceber o que há em comum entre essas realizações de sucesso? Anote as suas respostas.

 

2º Passo: Procure dentro de si

Faça uma lista de atributos que as pessoas costumam utilizar para o descrever a si. Por exemplo: “você é um trabalhador dedicado”, “você é uma pessoa criativa”, “Você tem muito jeito para lidar com crianças”, “você é um comunicador nato”, etc.

Em seguida, faça uma lista de palavras ou atributos que você usa para se descrever a si próprio, ou seja quais são seus dons e talentos?

Certifique-se de listar todos os atributos que você atualmente usa e que estão bem desenvolvidos, bem como aqueles atributos que você neste momento possa não estar a tirar partido deles, mas que outrora o definiam como pessoa.

Por exemplo, se você sempre foi uma pessoa criativa, mas agora tem um trabalho mais analítico e não dá aso à sua criatividade, você pode considerar a criatividade.

Agora que terminou as duas listas, analise e compare essas listas. Depois de analisa-las faça uma nova lista com cinco ou seis características, que são aquelas que você valoriza mais atualmente.

 

3º Passo: procure nos seus Sonhos

Agora, tome um tempo para sonhar um pouco, tal como você fazia quando era criança. A melhor forma de fazer isso é responder às seguintes perguntas:

  • Se tempo e dinheiro não fossem um problema para si, como você poderia contribuir para o mundo, para a sua família, a sua carreira, seus amigos e a sua comunidade?
  • Quais são suas paixões? O que o move, e o excita?
  • Você já fez alguma coisa em que você perdeu a total noção do tempo a passar? O que você estava a fazer?

4º Passo: Tire as suas conclusões

Reveja agora as notas que foi tirando ao longo do primeiro, segundo e terceiro passos,  e com base nisso, identifique os seus principais atributos e prioridades e faça uma lista.

Após isso, ordene por ordem de importância: do mais importante para o menos importante, todos os seus atributos, prioridades, paixões e sonhos. Neste momento terá uma noção daquilo que realmente é importante para você, e aquilo que o move.

5º Passo: crie a sua Declaração de missão pessoal

Este é o último passo, que o levará a tornar claro o seu verdadeiro propósito.

E como você faz isso?

Você vai escrever a sua declaração de missão pessoal. Este passo é de grande importância, pois o seu resultado será tal como um farol que o orientará ao longo da sua vida.

A missão pessoal é algo que o vai orientar nas suas escolhas e decisões ao longo da sua vida e na escolha dos objetivos que você vai querer alcançar.Isto porque a sua vida só terá sentido se você tomar as suas decisões e alcançar os seus objetivos, que estejam alinhados com a sua missão e propósito de vida.

A sua declaração de missão poderá ter dois níveis. No primeiro nível a sua declaração é uma simples declaração de ação ou seja, é uma frase que se torna na sua missão ou visão pessoal. Simplesmente complete esta frase:

  • Minha missão é …

Por exemplo, “A minha missão pessoal é inspirar as pessoas a libertarem o seu potencial através do coaching, para alcançarem uma vida gratificante”.

O segundo nível de missão é uma descrição muito mais detalhada e abrangente da declaração de missão pessoal de primeiro nível. Neste caso você pega na sua frase anterior e escreve sobre o “quando?”, “o como?”, “onde?” e “a/com quem?” você vai viver sua missão e propósito.

Desafio-o a escrever pelo menos uma folha A4 de papel, sendo o mais descritivo possível.

Agora que terminou, pegue na sua frase do primeiro nível e coloque-a num local onde você pode lê-la diariamente de forma a que esta esteja sempre presente no seu dia-a-dia.

 
O impacto deste exercício na minha vida

A criação da minha própria declaração de missão ajudou-me a ter uma maior clareza do caminho a seguir na minha vida, tal como um farol que orienta os barcos no meio da neblina.

Tendo presente esta declaração tornei-me capaz de iniciar um processo de transição de carreira para ser coach, de criar o meu próprio negócio ligado ao desenvolvimento pessoal e, acima de tudo, tomar importantes decisões sobre a minha vida pessoal e profissional.

Ter uma missão de vida permitiu-me acima de tudo, criar uma visão clara e animadora do meu futuro, que se traduziu num maior foco e propósito que me tem dado uma grande satisfação e felicidade para a minha vida.

E você? … de que está a espera para começar?

Leave A Comment