Como as crenças podem limitar o seu Potencial?

Os pensamentos, emoções, ações e resultados que obtemos no nosso dia-a-dia são fruto das nossas crenças.

Estas são como uns óculos através dos quais interpretamos a realidade e as nossas experiências, e que, dessa forma, influenciam profundamente o modo como reagimos ao que nos acontece, naquilo que acreditamos ser capazes e o que merecemos ter na nossa vida.

As crenças são convicções baseadas em generalizações, que ajudam a dar um sentido ao mundo onde vivemos. Desta forma, o nosso cérebro utiliza a generalização como estratégia para que não tenhamos de fazer um novo julgamento a cada situação com a qual nos deparamos. Assim, as crenças tornam-se naquilo que acreditamos como sendo a verdade.

Desde criança temos vindo a adquirir um conjunto de crenças que são assimiladas pelo nosso inconsciente e que resultam das nossas experiências de vida e do ambiente que nos rodeia: educação, formação, cultura, sociedade em geral.

Crenças facilitadoras VS crenças limitadoras

 

 Crenças Facilitadoras VS Crenças Limitadoras

 

Existem essencialmente dois tipos de crenças: as crenças facilitadoras e as crenças limitadoras.

As crenças facilitadoras são aquelas que nos permitem alcançar resultados positivos na nossa vida e, que estão por isso, alinhadas com os nossos valores.

As crenças limitantes são aquelas que impedem ou dificultam a manifestação do nosso potencial e que no limite, poderão nos bloquear por completo, impedindo-nos de encontrar soluções e alternativas para os desafios com que nos deparamos nas diversas áreas da nossa vida e que ditarão de uma forma negativa o nosso futuro.

Estas convicções negativas foram sendo assimiladas no nosso inconsciente desde tenra idade, através de críticas que nos faziam, conselhos protetores dos nossos pais e por aquelas experiências negativas pelas quais passamos.

Por exemplo, um pai ensina ao filho que este só poderá passar a rua de mão dada com um adulto. Depois da criança se tornar num adulto e se mantiver esta crença, viverá certamente condicionado por ela, uma vez que só passará a rua de mão dada com outro adulto.

Outro exemplo, é o caso de um miúdo que ouviu desde sempre a sua família comentar que as pessoas ricas não são honestas. Esta criança será provavelmente um adulto que acreditará que os ricos não são honestos e por isso nunca passará pela sua cabeça querer ser rico.

Todas as crenças têm em si um princípio positivo, que normalmente tem como objetivo nos proteger, no entanto, devemos ter consciência que apesar de determinada crença poder ter sido útil no passado, não querá dizer que o será no momento presente.

Tipos de Crenças

 

As crenças podem ser tão fortes que nos impedem de alcançar o nosso verdadeiro potencial, tal e qual como o elefante da história que lhe vou contar a seguir.

A história do elefante acorrentado

Era uma vez um pequeno elefante que vivia num circo.

Poucos dias após ter nascido, o seu tratador colocou uma estaca de madeira no chão e com uma corrente prendeu uma das suas pernas à estaca.

O pequeno elefante sentindo-se preso, fez a força que conseguia para se soltar das correntes. Tentou, tentou, tentou e tentou… e a estaca não se mexia, nem as correntes cediam.

Os dias foram passando e o elefante com a mesma determinação de sempre foi fazendo tentativas para se soltar, mas sem qualquer sucesso. Até que um dia, vencido de tanto tentar e não conseguir se soltar das amarras que o prendiam, acabou por acreditar que nunca iria ser capaz de se soltar.

Os anos foram passando e o elefante foi crescendo até que se tornou um grande e vigoroso elefante que fazia espetáculos no circo e que no final das atuações era preso naquela pequena estaca desde do dia que nascera.

Este elefante já adulto e com a sua força colossal conseguiria sem grande esforço se soltar da estaca que o prendera desde pequeno, se acreditasse que era capaz de arrancar a estaca.

 

Esta história é na realidade aquilo que acontece a cada um de nós.

Quantas vezes acreditamos que não somos capazes de realizar aquilo que queremos, por ter crenças equivocadas. Isso acontece porque nem mesmo nós temos consciência delas e por isso agimos da forma que agimos.

Pessoas diferentes reagirão de forma diferente perante a mesma situação, isto deve-se ao sistema de crenças que cada um tem.

Quais sãos as crenças que você tem carregado ao longo da sua vida e que lhe têm impedido de alcançar os seus objetivos e sonhos?

Leave A Comment