Na semana passada falamos sobre o facto de muitas vezes nos preocuparmos mais com aquilo que os outros pensam de nós, do que em fazer aquilo que acreditamos ser o melhor para nós ou aquilo que mais nos realiza (lê aqui o artigo completo)

A propósito disto, gostaria de partilhar contigo uma história que ilustra perfeitamente este facto:

O velho, o rapaz e o burro

Certo dia um velho camponês que ao precisar de dinheiro, decidiu vender o burro que tinha.

No dia seguinte, de manhã cedo, pediu ao seu neto para o acompanhar a uma feira que decorria numa aldeia próxima.

Ao sairem de casa o avó diz:
—Meu neto vamos a pé para não cansar o burro, pois assim vamos conseguir vendê-lo mais facilmente, do que se ele estiver cansado.

E assim, o avô e o menino seguiram o caminho com o burro ao seu lado.
Entretanto, passam por um grupo de pessoas que estavam sentadas junto à igreja e que de repente começam por troçar com a situação:
—Olhem que gente tola! Têm um burro e vão a pé.

O velho, ao sentir-se incomodado por troçarem com a situação, um pouco mais à frente vira-se para o seu neto e diz-lhe:
—Sobe para cima do burro.

Seguiram então o seu caminho.
Ao fim de alguns minutos passam por 3 agricultores que estavam a cultivar um terreno junto à estrada.

—Onde é que já se viu isto!? – dizia um deles —Tu que és jovem e forte, é que vais sentado no burro, e teu avô que está velho e cansado  é que vai a pé?
—Que falta de respeito – dizia outro!
Embora não estivesse ainda cansado de caminhar, o velho pediu ao seu neto para sair e montou ele no burro.

Caminharam mais um pouco, até que passarem por algumas pessoas que também iam para a feira.

—Olhem para este velho — disse uma das pessoas —Coitado do miúdo, vai a pé e ele vai todo lampeiro em cima do burro…

Ouvindo isto, o velho sentiu-se mais uma vez envergonhado pelos comentários que ouvia. Pediu então ao neto que que subisse para  burro.

Seguiram então o seu caminho montados em cima do burro, pensando ele que mais ninguém iria comentar a situação.

Um pouco mais à frente, quase a chegar à feira,  um grupo de pessoas comentaram com indignação:
— Vocês querem matar o burro? Certamente são você mais capazes de carregar o burro do que o contrário.

O velho já chateado com toda a situação, arranjou forma de carregar o burro atado a um pau que se apoiava no seu ombro e no ombro do seu neto.

Ao entrarem na feira o povo começa a juntar-se para observar aquela cena incomum:
— Olhem quem dois tolos. Eles é que são os burros de carga do burro!
—Onde já se viu isto?

O velho indignado com esta situação exclama:
— Por mais que tentemos agradar, não conseguimos tapar a boca do mundo. E meu neto, que nos sirva de lição: É mais tolo quem dá ao mundo satisfação!

Moral da história: 

– Sempre te vão te criticar e falar mal de ti
– Será difícil encontrar alguém que concorde com as tuas atitudes e ações.
-Quem quer agradar todo mundo, acabará por não agradar ninguém.
Tem uma semana inspiradora!
Abraço
Marcelo Silva

Leave A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.