Já paraste para pensar como tens vivido a tua vida?

Será que sabes qual o caminho que queres seguir ao longo da tua vida, até ao final dos teus dias?

Se a tua resposta a estas questões é não, fica a saber que pertences ao grupo constituído por 90% das pessoas que habitam este planeta que se sentem insatisfeitas com o rumo das suas vidas.

A maior parte das pessoas vivem as suas vidas de forma passiva e a reagir aos acontecimentos do dia-a-dia, como se estivessem em piloto automático.

As suas vidas são dirigidas tendo em conta modelos ditados pelos “influenciadores” da sociedade: cultura, meios de comunicação, políticos, celebridades, publicidade, religião, etc.

Estes “influenciadores” dizem-nos o que temos de fazer, como nos comportar, o que devemos comprar e que tipo de vida devemos ter.

Este modelo, passado de geração em geração, assenta no princípio que o sucesso individual de cada pessoa depende de quanto dinheiro se ganha e o que se faz profissionalmente.

Qual a principal razão para insatisfação na vida?

Todo pai ou mãe tende a dizer: “Filho busca ter um bom emprego para teres um bom salário e serás bem-sucedido na vida!”

Este modelo de sucesso reforça a crença coletiva de que devemos nos focar apenas na nossa carreira para ter um bom salário e status.

Afinal é tudo isso que as pessoas com quem convivemos buscam e aprenderam acreditar como sendo a chave para o sucesso e realização na vida.

Acreditando nessa verdade, as pessoas entram numa corrida desenfreada para alcançar esse ideal, que ao fim de algum tempo, vai debilitar a sua saúde, os seus relacionamentos familiares e amorosos e reforçar aquele sentimento de vazio e insatisfação perante as suas vidas.

Eu próprio vivi a maior parte da minha vida neste paradigma até que comecei a questionar-me:

Será que a minha vida é apenas e só isto?

Porque devo seguir as vontades, expectativas e condicionamentos dos outros?

Será que posso viver realmente uma vida segundo as minhas próprias regras, expectativas e desejos?

Todas estas questões obrigaram-me não só a ir em busca de respostas, mas também a iniciar uma viagem sem retorno, em busca da minha verdade e à descoberta de quem realmente eu sou na essência.

Foi então que iniciei um processo de autoconhecimento para conseguir obter clareza de quais são os meus valores, as minhas crenças e o meu propósito.

A partir daí, comecei a ter clareza para onde vou e para onde quero ir na minha vida.

Desta forma tornei-me mais autêntico, mais focado nos meu objetivos e sonhos e mais imune às distrações que o mundo atual nos apresenta.

Depois de fazer esta descoberta assumi para mim que uma das minhas missões de vida é ajudar as pessoas a descobrirem o seu Propósito de Vida para que possam assim definir e alcançar objetivos com sentido, para uma vida mais plena, feliz e equilibrada.

Se neste momento gostarias de ter mais clareza do caminho que precisas seguir para seres mais realizado e sentir mais equilíbrio nas diversas áreas da tua vida, quero convidar-te a inscrever-te no Workshop online “Descobre a tua Vida Ideal” que vou organizar nas próximas semanas.

Regista-te aqui Workshop “Descobre a tua Vida Ideal”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *